Artigos > Comando Ping

O que é Ping?

O Ping é um comando de diagnósticos utilizado em MS-DOS (Windows) ou Terminal (Linux e Macintosh).

Para que serve?

O Ping serve para:

1 – Testar a comunicação entre 2 pontos;
2 – Identificar possíveis instabilidades em Conexões de Internet;
3 – Identificar possíveis instabilidades em um site ou servidor
4 – Identificar o Endereço IP de um Computador, Site ou Servidor;
5 – Descobrir o TTL (time to live, ou tempo de vida) de configurações de DNS de um Site ou Servidor.

Vemos a seguir como funciona o comando Ping.

O teste consiste no envio de pacotes a um endereço especificado na execução do comando. Esse endereço deverá devolver os pacotes enviados, ao fazê-lo teremos os seguintes dados:

• IP do Servidor ao qual executamos o Ping
• Tempo de Resposta
• TTL (Time to live, ou Tempo de Vida)

Como utilizo?

Sua a sintaxe é a mesma para os 3 sistemas operacionais (Linux, Macintosh e Windows). Primeiro vem o comando seguido do endereço que será testado.

Exemplo:

ping www.uol.com.br

Vejamos como seria o resultado do comando acima nos Terminais de Linux e Macintosh, e no MS-DOS do Windows:

Terminal Linux:

Ping no Terminal do Linux

Terminal Macintosh:

Ping no Terminal do Macintosh

MS-DOS Windows:

Ping no MS-DOS do Windows

Note que o resultado varia entre os Terminais e MS-DOS, mas há 3 dados em comum: Endereço IP do Servidor, Tempo de Resposta e TTL.

Como interpreto o resultado de um teste Ping?

Primeiro, observe a imagem abaixo. Nela destaco os itens a serem considerados em um resultado de teste Ping:

Resumo de Teste Ping

Os dados a serem considerados são:

Resposta de = Informa o IP do Servidor testado.
Tempo = Tempo em milisegundos (ms) de retorno dos pacotes.
TTL = Tempo de Permanência das Configurações de DNS do domínio testado no *Cache de DNS.
Estatísticas do Ping = Relatório objetivo com resumo dos “Pacotes Enviados”, “Pacotes Recebidos”, “Pacotes Perdidos” e Tempo de Respostas Mínimo e Máximo em milisegundos.

* Falarei sobre Cache de DNS no Artigo “O que é DNS”, que publicarei em alguns dias.

Como diagnosticar dificuldades na conexão?

Todos os pacotes deverão ser enviados e recebidos em um **Tempo médio aceitável. Havendo perda de pacote e/ou Tempo de resposta instável, ou seja, oscilando entre tempos baixos e altos, é um sinal de falha na conexão.

O ideal são tempos baixos, pois tempos altos indicam que houve lentidão na comunicação entre os pontos testados.

Para saber se o problema está na conexão ou no servidor testado, execute o Ping para vários endereços diferentes. Se a Perda de Pacotes e/ou Variação em Tempo de Resposta ocorrer em todos os testes, é problema na conexão (problema local ou na rede do provedor de Internet). Se ocorrer com um endereço específico, pode ser problema na própria conexão (na rede da empresa provedora de Internet) ou no endereço estado.

Em se tratando de uma falha na conexão, entre em contato com o suporte do Provedor e informe o resultado dos testes de Ping.

** Conexão Banda Larga tende a obter resultados entre 0ms e 200ms. Uma conexão discada pode variar entre 200ms e 1500ms.

Atributos Adicionais:

Com o uso de atributos adicionais podemos aprimorar o teste de Ping.

Exemplo:

ping www.uol.com.br -n 10

Envia 10 pacotes.

ping www.uol.com.br -t

Dispara pacotes ininterruptamente até que o usuário interrompa o envio, como no Terminal.

Para ver os Atributos Adicionais, digite:

ping /?

Considerações Finais:

É importante ressaltar que alguns sites não respondem ao comando Ping para evitar algumas coisas, como ataques, por exemplo.

Como podemos ver, o teste de Ping é muito simples, mas tem o seu valor.

Muitos o conhecem e considerarão esse artigo desnecessário, mas um dia a de servir ? alguém :-)

7 thoughts on “Artigos > Comando Ping”

  1. olha gostaria de saber se quando der 0% de perda
    quer dizer q o ip esta on-line ou off-line.
    o mesmo e com a pagina se conectou-a com a mesma
    como fico sabendo e sempre se tiver 0% de perda?
    por q quando da tudo serto mostra ate mesmo
    a porta q a pessoa usa gostaria q vc me mandasse
    umas dicas valeu.

  2. Para rastrear por completo pode se usar o comando tracert que traçara os pings servidor à servidor e pode localizar possíveis falhas de comunicação.

  3. Estou testando a instalação de câmeras IPs via cabo, wifi e via powerlink.

    Qual a média de m/s aceitável para uma conexão local via cabo e via wifi?

  4. Olha, 0 (zero) milissegundo para rede local.

    Além de tempos baixos, é preciso não haver instabilidade na resposta. Sem variações.

    Também pretendo fazer testes com câmera IP em breve.

    Abraço!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.