ArtigosArtigo > A saga do Opera Browser

Artigo > A saga do Opera Browser

Um bom navegador, sem dúvida. Muitas vezes inovador, o Opera possui ótimos recursos além de widget, que nos permite customizá-lo. Possui belos skins, é leve, rápido e têm ótima usabilidade. Seria “o concorrênte” do IE se não fosse uma falha gravíssima em seu passado: Cobrar pelo software.

Sim, o Opera era pago. Quem quisesse usuá-lo sem pagar precisaria conviver com banners horríveis sobre da barra de abas e isso é inaceitável na Internet.

Hoje, anos após deixar de vincular anúncios, sua reputação está manchada. O Opera é o melhor browser que ninguém usa. Obviamente que isso é só uma frase, pois os usuários do Opera são fieis à ele e não é para menos, dadas as propriedades supracitadas.

Porém, qualquer browser recém lançado passa o Opera em número de usuários, convenhamos. Foi assim com o inflexível Google Chrome e assim será com o Rocket Melt, caso o mesmo seja lançado de fato.

A nova versão do navegador, a versão 10, está cheia de novos recursos. Possui até funcionalidades de torrent, tornando o Opera uma espécie de servidor de arquivos, mas (sempre esse “mas” no caminho, neh Opera?) logo-logo alguém irá copiar a idéia e fazer milhões de usuários. Foi assim com a navegação por abas, invenção do Opera.

O Opera não deixa de ser uma força fazendo frente ao IE, mas não dá liga. Para vingar de vez, deverá inovar ainda mais, fazer algo diferente que só ele sabe fazer.

Nada contra o excelente Opera, pelo contrário, sempre o tenho com a versão mais atualizada. O problema do Opera, repito, não é o seu presente, é o seu passado =(

Categories: Artigos Tags: , , ,

Comments

No Comments Yet. Be the first?

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.