Artigos, Fedora, LinuxArtigo > KDE 5 (Plasma Desktop) é um terrível desastre

Artigo > KDE 5 (Plasma Desktop) é um terrível desastre

Há algum tempo utilizo KDE como interface padrão no PC do escritório onde trabalho. Sempre o achei prático pelos recursos disponíveis e pela possibilidade de adaptação/customização. Aprendi a gostar do KDE.

O lançamento do KDE 5 foi, para mim, um banho de água fria.

Usabilidade: Ponto positivo!

A disposição dos recursos se manteve a mesma do KDE 3 e 4. Ou seja, estão praticamente nos mesmos lugares. Portanto, quem está habituado as outras versões do KDE não encontrará dificuldades no KDE 5.

Interface gráfica: Pesada, cheia de novos efeitos e transparência.

A interface gráfica Breeze possui diversos novos efeitos e um exagero na transparência. A configuração padrão é pesada e desnecessária.

Pacote default de ícones chama-se Breeze e são modernos demais para mim. Requer algum raciocínio para distinguir o que é o que, diferente do que ocorria nos ícones “Oxygen”, onde cada ícone tinha uma característica diferente.

Os ponteiros do mouse também se chama “Breeze” e são bem diferentes. Também são bem moderninhos, mas dá para acostumar rápido.

Instável:

Sempre que o sistema é inicializado, seu navegador o questiona se quer definí-lo como padrão. Por mais que responsa sim, volta e meia isso ocorrerá.

Também é comum haver problema pós boot do sistema se você possuir dois monitores. Widgets e wallpapers que trocam de monitor, ou seja, ficam invertidos.

Outro problema que ocorre se você possuir monitores com flip físico, ou seja, o que lhe permite usar o monitor na vertical, é a dificuldade para configurar tudo direitinho, pois do contrário ficará com uma resolução bizarrada de 1920×1920 nos dois monitores.

Systray incompatível com várias apps

Muitos programas que utilizam o System Tray (aquela área de ícones próximo do relógio do sistema) simplesmente deixaram de ter seus ícones exibidos, pois o KDE 5 utiliza uma nova versão do QT que é incompatível com esses programas. Exemplo: Pidgin e Dropbox. Esses dois até funcionam, mas não se integram a interface. Em termos técnicos o problema está nesses programas, pois não se adaptaram a nova versão do QT/KDE, porém, em termos éticos, foi o KDE que pisou na bola com os usuários forçando essas empresas/comunidades a adaptar-se.

Pesado. Muito pesado

Nunca usei efeitos visuais no KDE. Sempre os desativei. Porém, mesmo no KDE 4, os efeitos visuais nunca foram pesados ao ponto de comprometer completamente a performance do seu desktop. Agora, no KDE 5 a história é outra. Os efeitos visuais como transparência e zoom pesam ao ponto de travar seu PC após poucas horas de uso. Mesmo desativando, os efeitos persistem (lembra da dificuldade do browser?). Só resolve mesmo desativando o “Compositor” e rebootando o sistema (te lembra algum outro sistema cheio de janelas que precisa rebootar por qualquer coisa?).

Conclusão

Pesado, instável e um tanto quanto incompatível. Esse é o KDE 5. Minha sugestão para o amigo(a) leitor(a) que pensa em migrar para o KDE 5 é: fique no KDE 4 e não tenha pressa.

Para quem já está no KDE 5

Logo logo postarei algumas dicas de otimização que ajudam a trabalhar com o KDE 5. É isso ou aguardar por uma versão fork do KDE 4 ou uma versão do Trinity (Fork do KDE 3).

Abraço!

Categories: Artigos, Fedora, Linux Tags: , , , ,

Comments

  1. Emerson Vicente

    2015/08/11 19:01

    Ótimo artigo Wiliam. Estava esperando uma avaliação do KDE 5 antes de saber se deveria migrar para essa versão. Sempre usei KDE desde a época que conheci Linux, comecei com o Kurumin 3 e Mandrake Linux que utilizavam o KDE como ambiente gráfico padrão. Usei um pouco o Gnome 2 com o Ubuntu 6 , 7 e 8, mas sempre me habituei melhor com o KDE, a partir da versão 4.5 até a 4.12 do Plasma Desktop vi uma evolução no desempenho e estabilidade do ambiente. Agora esperar a comunidade corrigir logo a versão 5 para ter melhor desempenho, estabilidade e melhor suporte a multiplos monitores que já uma realidade para que usar PC e Notebooks.
  2. Rw

    2016/03/17 15:14

    Primeiro, gosto não se compara! Esse papo todo de pesado em relação a isso ou aquilo, é tudo relativo. Cada máquina se comporta diferente. Abs.
  3. 2017/09/08 10:57

    Uso o KDE plasma como wm padrão no KDu4 e até agora ta muito bom....fora probleminhas no systray com o incone de rede que estou tentando contornar....de resto ta muito bom, rapido eficas, ainda não tanto qto o KDu4 com Gnome shell fork Cinnamon mas ainda tenho muita coisa a otimizar apesar disto de 0 a 10 dou nota 8 pra usabilidade, na semna estarei colocando nas 8 maquinas da empresa para rodar no dia a dia em real produção.... abraços. SuporteTecnicoID
  4. 2017/09/08 11:22

    Bom dia Novamente.....! Pronto solucionado o problema do Icone de Redes e WiFi no KDu4_Alpha1_KDE-Plasma.... Simples....: sudo apt install plasma-nm e depois so mandar ativar o widget Rede

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.