Artigo > Determinando Taxa de Gravação de Resync de RAID por software

Em uma situação de resync de dados em um RAID por software, onde o resync esteja onerando o servidor, podemos determinar taxas mínima e máxima de gravação de dados entre os discos.

Os parâmetros que determinam as velocidades mínima e máxima do resync são:

/proc/sys/dev/raid/speed_limit_min
/proc/sys/dev/raid/speed_limit_max

Os valores exibidos estão em Kibibytes onde 1000000 KiB equivalem a 1024M ou 1G.

Podemos alterá-los em memória da seguinte forma:

Aumentando velocidade mínima:

echo 1000000 > /proc/sys/dev/raid/speed_limit_min

Ou:

sysctl -w dev.raid.speed_limit_min=1000000

Aumentando velocidade máxima:

echo 10000000 > /proc/sys/dev/raid/speed_limit_max
Ou:
sysctl -w dev.raid.speed_limit_max=10000000

Com isso a taxa de gravação do RAID será alterado imediatamente em memória, ou seja, essa configuração é volátil e será descartada no próximo boot do sistema quando os valores default serão utilizados.

Para deixar novos valores fixos, é preciso setá-los no /etc/sysctl.conf. Para isso inclua o trecho abaixo:

dev.raid.speed_limit_min = 1000000
dev.raid.speed_limit_max = 10000000

A seguir execute o comando sysctl -p para reler a configuração do /etc/sysctl.conf.

Desta forma os novos valores serão setados e deixarão de ser voláteis, pois passarão a ser carregados a cada novo boot do sistema.

Dica: alterando prioridades

Para quem está no sufoco de refazer o resync harmonizando com uma grande demanda de consumo do ambiente, sugiro a leitura do artigo abaixo. Nele falo de nice, renice e ionice, com os quais pode-se determinar a prioridade de consumo de CPU, Memória e Disco, respectivamente, para o processo do resync do RAID:

http://blogporta80.com.br/2015/11/18/linux-gerenciando-prioridades-de-processos/

Abraço!

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.