Lixo do momento > Atendimento HP e Tablet HP7


Tempo de leitura: 4 minutos

Faz um bom tempo que não posto nada sobre “Lixo do Momento“. Até pensei que removeria essa categoria do Blog:80, mas aqui estou eu para falar da HP.

Vou compartilhar minha experiência com esse produto e com o atendimento da HP. O tablet é o HP7.

Se o amigo(a) leitor(a) está aqui para saber minha opinião, aqui vai um resumo:

1 – Produto péssimo com falhas de engenharia. Nem a CCE erra na engenharia de seus produtos.

2 – Produto descontinuado, ou seja, não mais vendido pela HP.

3 – Produtos concorrentes com configuração e preço compatível similar (Média de R$ 400,00).

4 – Suporte ineficaz quanto aos problemas de hardware do tablet.

5 – Atendimento (não o suporte, o atendimento mesmo) engessado. Não conseguem fazer nada pelo cliente.

6 – Não tem departamento de pós venda/ouvidoria/ombudsman.

Com relação a não ter um setor de reclamação, a HP me decepcionou demais. A HP realmente não tem. No lugar disso, quem atende suas reclamações, seja por telefone ou Internet, é o departamento de Mídias Sociais. Isso é ridículo. Mídia Social não é pra tratar reclamações.

O tablet:

Para que não haja dúvida, acima está uma imagem do HP7. Tela de 7 polegadas, processador de quatro núcleos, um belo acabamento com traseira de alumínio, Android 4.x, 8 GB para armazenamento e, o mais importante para mim, a garantia de uma empresa de renome.

A compra:

Comprei o tablet para o meu filho (9 anos) como presente de aniversário no supermercado Extra. A HP deixou de vendê-lo, mas o Extra não. Acredito que tenha deixado de vender devido aos vários problemas do modelo, tanto que me solicitaram cópia do cupom fiscal para ativar a garantia do produto. Seria algo como comprar um Fusca Zero Quilometro e solicitar a garantida da VW.

Os problemas:

Foram dois os problemas até aqui (meu filho está com o tablet a 6 meses):

Problema #1:

O tablet desligava sozinho acusando temperatura elevada. Isso com o tablet gelado e ligado por apenas 40 segundos. Ou seja, o tablet não ficava 1 minuto ligado, acusava erro e desligava. Repito: isso com o tablet gelado!

Pesquisei na Internet sobre esse problema e, para minha tristeza, muitos donos desse modelo de tablet estavam com a mesma dificuldade. A a solução era: Entrar em contato com a HP. Foi o que fiz.

Após vários testes sem êxito, agendado a postagem do tablet para o reparo.

Reparo realizado com a troca da placa mãe (Valor da nota fiscal para a HP pagar: R$ 2.500,00) Tablet funcionando novamente, mas por pouco tempo..

Problema #2:

Poucos dias após voltar da garantia, o tablet parou de funcionar mais uma vez. A bateria descarregou e não mais carregava. No lugar de ligar, ficava uma exclamação na tela indicando esgotamento da bateria.

Pesquisei por mais esse erro na Internet e, novamente, muitos proprietários desse mesmo modelo enfrentando o mesmo problema.

Novamente acionei a garantia que, novamente, trocou a placa mãe (e novamente, o valor alto pra HP pagar: R$ 2.581,60).

Um ponto crítico nisso: A HP não sabe o que causa o problema. Simplesmente trocam a placa mãe por outra igual e me devolvem o tablet.

Outro ponto: levando em conta os 2 reparos, o tablet ficou quase 2 meses.

O Atendimento:

Solicitei a troca por outro modelo, algo mais atual… disse que pagaria o diferencial para ter um novo tablet. A pegunta: Pra quem solicitei isso? Lembra que eu disse que a HP não tem pós venda, ombudsman ou departamento de reclamação? Então, o cara que atende clientes pelo Twitter e por telefone ao mesmo tempo (Mídias Sociais) não tem autonomia para pedir a troca do tablet. A culpa, por sinal, não é dele. Que fique bem claro.

Lixo do momento

Empresas com histórico de mal atendimento são fichinha perto da HP, pois essas empresas possuem departamento de reclamações. O setor de Mídias sociais da HP simplesmente diz não poder fazer nada por mim, são engessados por processos burocráticos.

Ok então. Aqui estamos. E estamos sem saber se o problema vai acontecer novamente. Se essa porcaria fosse minha, não estaria tudo bem, mas estaria menos indignado. Foi um presente para um menino de 9 anos que, muito compreensivo, abriu mão do seu tablet por 2 meses por causa da incompetência da HP.

Fique longe desse tablet. Não o compre. E se quer uma dica séria, fique longe da HP. O atendimento deles é muito ruim.

2 thoughts on “Lixo do momento > Atendimento HP e Tablet HP7”

  1. A HP BLOQUEOU MINHA IMPRESSORA! – RECLAMEI E NADA FIZERAM!!

    Tem uns 2 anos que adquiri, É MINHA PAGUEI POR ELA, uma multifuncional Advantage IA2646, comprei cartuchos 662 black e color, SÃO MEUS PAGUEI POR ELES.
    Ocorre que ha uns 2 meses, por conta da atualização automatica do firmware da impressora, a referida não aceita mais os cartuchos recarregados, no visor aparece a mensagem: “Cartuchos Incompativeis”. Mentira, com a atualização do firmware a HP bloqueou o uso de cartuchos recarregados.
    Inicialmente demonstra a falta de consciência ecologica da HP, pois alem do consumo de recursos naturais e geração de poluentes na fabricação, existe a poluição gerada pelo descarte apos esvaziar o cartucho.

    Completando meu post anterior, segue:

    Art.39, CDC.
    O fornecedor não pode condicionar a venda de um produto à compra de outro produto, ou seja, para levar um produto, você não pode ser obrigado a comprar outro, por exemplo, para levar o pão, você tem que comprar um litro de leite. Isto se chama Venda Casada, e é proibido por lei. É crime: Lei n 8.137/90, art. 5, II.
    Acima, a prática abusiva é chamada de “Venda Casada”, mas também pode ser chamada de “monopólio”, pois os fornecedores ganham dinheiro com a venda de cartuchos originais e não de impressoras.

    Ademais o consumidor comprou a impressora (não ganhou de graça), portanto, se ele quiser enfiar água no cartucho ou fazer arremesso a distância com a impressora, isso é problema dele!!!
    Já pensou se fosse proibido colocar no seu carro um óleo que não fosse fabricado pela GM, Honda, FIAT, etc.? Ou se você não pudesse comprar uma pastilha de freio da Boch pro seu carro, pagando 10x mais na concessionária? Isso não existe!

    FORÇAR SEUS CLIENTES A COMPRAR UNICAMENTE O SEU PRODUTO NÃO É A MELHOR FORMA DE OS CATIVAR!

    Enfim, quero minha impressora desbloqueada ou então o meu dinheiro de volta, seja aquele relativo ao valor da impressora, bem como dos cartuchos que ora estão bloqueados.

  2. A HP BRASIL BLOQUEOU MINHA IMPRESSORA! – SERA QUE A HP BRASIL É DESONESTA?

    Tem uns 2 anos que adquiri, É MINHA PAGUEI POR ELA, uma impressora Advantage IA2646 fabricada pela HP BRASIL, comprei também cartuchos 662 black e color da HP BRASIL, SÃO MEUS PAGUEI POR ELES. Ocorre que há uns 2 meses, por conta da atualização automática do firmware da impressora da HP, a referida não aceita mais os cartuchos recarregados, no visor aparece a mensagem: “Cartuchos Incompatíveis”. Mentira, com a atualização do firmware a HP BRASIL intencionalmente bloqueou o uso de cartuchos recarregados.

    Segundo o site Olhar Digital a HP BRASIL bloqueou as impressoras a partir de 13 de Setembro de 2017, saiba mais:
    https://olhardigital.com.br/noticia/hp-volta-a-bloquear-cartuchos-de-tinta-genericos-em-impressoras-da-marca/71056

    O respeitado site Gizmodo, em 14 de Setembro de 2017, também noticiou que a HP, matriz da HP BRASIL, intencionalmente bloqueou as impressoras HP dos consumidores. Nos Estados Unidos, devido a péssima reação dos consumidores da HP impressoras, matriz da HP BRASIL, associada a forte representatividade da Electronic Frontier Foundation, a HP impressoras foi obrigada a recuar, se desculpar e liberar uma correção ao firmware malicioso que bloqueava a impressora HP dos consumidores. Veja a notícia em:
    https://gizmodo.com/one-year-after-bricking-third-party-ink-with-update-hp-1809073739

    Anteriormente, no ano de 2016, a HP, matriz da HP BRASIL, já havia sorrateiramente bloqueado as impressoras da HP que foram vendidas e até então funcionavam normalmente, contra o uso de cartuchos de tinta fabricados pela própria HP, matriz da HP BRASIL, quando estes fossem recarregados. A HP BRASIL se vale da atualização automática do firmware das impressoras da HP para enviar um código malicioso visando bloquear a impressora dos consumidores.

    “Na América, onde as associações de defesa do consumidor são fortes, existem Leis e elas são respeitadas, bem como as próprias pessoas que se mobilizaram maciçamente “contra o mal feito pela HP, matriz da HP BRASIL”, então a HP foi obrigada a recuar.”

    No Brasil, a HP, matriz da HP BRASIL, se valendo da fraqueza das associações de defesa dos direitos do consumidor, aliada a Leis que existem e não são cumpridas, a HP BRASIL insulta aqueles que compraram impressoras da HP, bloqueando-as intencionalmente, mediante a inserção de um código malicioso no firmware e disponibilizando-o para quando as impressoras da HP fazem a atualização, ou seja, quando as impressoras da HP fazem a atualização automática do software estão também baixando e instalando um código malicioso que a HP BRASIL criou e inseriu na atualização do software, visando restringir a livre concorrência, deseja a HP BRASIL criar um monopólio dos cartuchos de tinta para impressora HP BRASIL.

    Creio então que a HP BRASIL se mostra uma empresa desonesta pois, objetivando unicamente seus interesses, altera unilateralmente a relação de consumo, impede que o consumidor escolha o cartucho do concorrente ou então que use o cartucho de tinta para impressora HP fabricado pela propria HP BRASIL quando este for recarregado. Veja toda a noticia em: https://tecnoblog.net/201658/hp-firmware-cartucho-generico-impressora/

    “PRESTA ATENÇÃO HP BRASIL: FORÇAR SEUS CLIENTES A COMPRAR UNICAMENTE O SEU PRODUTO NÃO É A MELHOR FORMA DE OS CATIVAR!”

    Enfim, quero minha impressora desbloqueada ou então o meu dinheiro de volta, seja aquele relativo ao valor da impressora, bem como dos cartuchos que ora estão bloqueados.

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.