//posts recentes

Linux > Trabalhando com sessões no TMUX

O Tmux é uma tool de command line do Linux que nos permite criar, virtualmente, paineis e janelas. Tudo isso em uma única sessão do console do Linux. Vejamos a imagem abaixo que nos ilustrará o Tmux em ação.

Observe que uso, no exemplo acima, um terminal do Gnome. Contudo, pode-se usar o Tmux no terminal do Linux. Ou seja, sem interface (multi-user.target).

Bom, deixe-me apresentar o Tmux. A seguir citarei as principais operações.

Apresentando o Tmux

Na imagem acima podemos ver o Tmux em funcionamento com 3 paineis virtuais splitados (verbo splitar, do inglês split rsrs). Observe a barra horizontal na cor preta disposta no rodapé da imagem; Essas são as janelas virtuais. Vamos falar um pouco sobre cada um desses elementos.

Paineis Virtuais

Os paineis virtuais são esses quadradinhos exibidos na imagem. Muito úteis para situações onde precisamos ver o resultado de uma operação, como quando estamos monitorando a performance de um servidor e, nisso, precisamos acompanhar o uso de disco, rede, CPU, etc, em tempo real.

Janelas Virtuais

Há situações onde precisamos abrir várias janelas para realizar tarefas variadas. Digamos que estamos interagindo em dois servidores, cada um com seu problema. Para não misturar as coisas, abrimos uma janela para cada. Assim ganhamos agilidade nas interações.

Tudo em background

O Tmux nos permite interagir em foreground, como na imagem acima. Porém, ele opera mesmo em background. Ou seja, podemos deixar comandos rodando mesmo sem estarmos logados na máquina.

Podemos dizer, portanto, que o Tmux é um Screen beeem aperfeiçoado.

Instalação do Tmux

Chega de apresentações. Agora é hora de por a mão na massa.

O primeiro passo é instalar o Tmux. Presente nos melhores repos, basta usar seu gerenciador de pacotes:

Centos/RHEL/Oracle Linux/Fedora

yum install tmux

Fedora

dnf install tmux

Debian/Ubuntu (e outros Debian-Like)

apt-get install tmux

OpenSUSE

zypper install tmux

Primeiras Operações

Antes de mais nada, abra uma sessão do Tmux com o comando tmux. Não há necessidade de parâmetros. Observe que a cor da barra será verde. Isso pode ser modificado depois.

Agora um conceito importante; uma vez dentro do Tmux, para realizar ações como splitar tela, devemos pressionar ao mesmo tempo as teclas “CTRL+b”, soltarmos e, a seguir, pressionar a tecla de ação desejada. Vamos treinar um pouco:

Pressione CTRL+b, solte, e pressione a tecla c. Isso criará uma janela virtual (aquelas da barrinha no rotapé). Observe que haverá um número a frente de cada janela virtual. Já explido do que se trata.

Pressione CTRL+b, solte, e pressione a tecla 0 (zero). Com isso anternaremos para o janela virtual 0 (zero). Repita o processo, mas pressione a tecla 1. Assim voltaremos para o janela virtual 1. É para isso que serve esses números à frente do nome de cada janela!

A propósito, se quiser renomear a janela, basta digitar CTRL+b, soltar, e pressionar “,” (vírgula), dar o nome desejado e teclar enter.

Fechar um janela virtual é como fechar um janela comum do terminal Linux. Ou seja, digite exit ou pressione CTRL+d. Isso é do Linux, não do Tmux.

Usando de verdade o Tmux

A partir de agora vamos chamar o procedimento de digitar CTRL+b e soltar as teclas de TKEY (TMUX-KEY). Deta forma, todo local neste artigo que contiver TKEY, considere que deverá acinar o Tmux com CTRL+b e soltar as teclas. Por exemplo, TKEY+c = Criar um janela virtual.

Vejamos agora as principais ações:

TKEY c Criar janela virtual
TKEY t Exibe a hora do sistema
TKEY % Split Vertical
TKEY ” (aspas duplas) Split Horizontal
TKEY Barra de Espaços Redimenciona/Reposiciona as paineis (Split)
TKEY Setas (baixo, acima, esquerda e direita) Alterna entre paineis (Splits)

Outro ponto importante: podemos criar quantas sessões do Tmux precisarmos. Para isso, basta sair do Tmux e criar uma nova sessão executando o comando tmux sem parametro. Uma vez que haja mais de uma sessão, podemos alterar entre elas. A seguir podemos ver como deixar o Tmux rodando em background e como alternar entre as sessões:

TKEY s Lista sessões ativas
TKEY d Sai do Tmux sem finalizá-lo. Deixa as tarefas em background

Particularmente fico mais de 90% do tempo no Tmux usando as ações. Porém, há muitas outras. Você pode consultá-las no seguinte link: https://tmuxcheatsheet.com/

Conclusão

Baita ferramenta para todo profissional que trabalha com Linux. Aumenta a agilidade e diminui o tempo de respostas na interação com o sistema. Recomendo fortemente o uso do Tmux ao amigo leitor; é leve, prático, simples e muito útil.

Abraços!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.