posts recentes|

Artigo – Instalação Redshift (filtro de luz azul) no KDE 5 do CentOS 8

O CentOS 8 foi lançado oficalmente em setembro de 2019, 4 meses após o lançamento do RHEL 8, distro base do CentOS. Passados 7 meses após o lançamento do CentOS 8, quase 1 ano após o lançamento do RHEL 8, vejo que ainda falta muito pacote básico para o uso diário de um sistema operacional. Por exemplo; ffmpeg, utilizado em recursos multimídia.

Essas ausências, em parte, se deve a baixa frequência de atualização desses softwares, que dependem de outros pacotes ou versões antigas de bibliotecas. Ou seja, são incompatíveis com o CentOS8, e logo não tem pacote disponível no repo oficional da distro. Outro motivo para a ausência de determinados pacotes é o simples fato de eles não terem sido empacotados.

Um desses pacotes é o Redshift que já mencionei aqui no blog. O Redshift não está empacotado para CentOS 8, mas não tem incompatibilidades com a distro, logo, não é possível instalá-lo via gerenciador de pacotes yum ou dnf.

A seguir, veremos como instalar o Redshift no CentOS 8 usando o source do software. Como o CentOS é baseado no RHEL 8, os passos também funcionam para o mesmo.

Importante mencionar, também, que o ambiente usa KDE Plasma 5 sem Wayland. Ou seja, Xorg na veia.

Baixando o source

Passo 1/3: O primeiro passo é baixar o source a partir do Github. Segue o link:

https://github.com/jonls/redshift/releases

Passo 2/3: Agora é hora de compilar o software. Para isso, execute os comandos abaixo:

./configure
make
make install

Caso ocorram erros, instale as dependências necessárias e refaça o passo do ./configure

Passo 3/3: Neste ponto o Redshift estará instalado. Porém, ao tentar executá-lo, receberá uma mensagem de erro como esta:

Trying location provider <code>geoclue2'...
Using provider </code>geoclue2'.
Using method `randr'.
Waiting for initial location to become available...
Unable to start GeoClue client: GDBus.Error:org.freedesktop.DBus.Error.AccessDenied: 'redshift' disallowed, no agent for UID 1001.
Access to the current location was denied by GeoClue!
Make sure that location services are enabled and that Redshift is permitted
to use location services. See https://github.com/jonls/redshift#faq for more
information.
Unable to get location from provider.

Isso ocorre por alguma restrição do Geoclue, serviço de Geo Localização do Linux.

Podemos simplesmente rodar o Redshift sem a geo localização passando o parâmetro de longitude.

Portanto, o passo 3 é executar o serviço da seguinte forma:

redshift -l 0:0

Integrando ao sistema

Há duas formas para integrar o Redshift ao sistema:

Método #1: Caso queira que o ícone do Redshift apareça no systray, o execute da seguinte forma:

redshift-gtk -l 0:0

Terá um resultado similar a este (a imagem tá bem escura, mas há o Redshift está ao lado do ícone do bluetooth):

Método #2 (Recomendado): Instale o addon Redshift Control da seguinte forma:

  • Botão direito na barra de tarefas do sistema
  • Panel Options > Add Widgets…
  • Get new widgets…
  • Download New Plasma Widgets
  • Pesquise “Redshift Control” > Install.

A seguir, inclua o Widget em sua barra de tarefas.

O resultado será similar a este:

Usando qualquer um dos métodos, terá o Redshift integrado a interface, bastando agora clicar sobre o ícone para ativá-lo ou desativá-lo.

Porém, o método #2 provê um assistente de configurações via interface gráfica que, de forma rápida e prática, o auxiliará a configurar o Redshift, bastanco clicar com botão direito sobre o ícone do Redshift na barra de tarefas > Configure Redshift Control. A seguinte tela lhe será exibida:

Fim de papo

Bom, galera, é isso. O KDE 5 (Ou plasma, como preferir) possui um método noturno. Porém, ele só está disponível para Wayland, e se você instalar o KDE a partir dos repos do YUM, é instalado com integração ao Xorg. Até há pacote para integrar ao Wayland, mas não funciona corretamente. Ou seja, nada de filtro de luz azul pra quem usa KDE 5 no CentOS 8. Todavia, com os passos que mencionei, pode-se instalar o excelente Redshift.

Abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.