Útimos Posts|

Linux > Prospect-mail > Outlook para Linux

Muitas pessoas utilizam contas de e-mail da Microsoft, inclusive para trabalho, pois a integração da mesma ao Skype facilita a comunicação entre profissionais e seus clientes. Dentre aqueles que utilizam estão usuários de Linux. Porém, não há client oficial do Outlook para Linux.

Para atender a essa demanda foi criado o prospect-mail. Trata-se de um client não oficial do Outlook para Linux.

Na verdade, tudo que o prospect-mail faz é abrir o OWA como um client. Ou seja, o OWA é integrado ao sistema operacional como um software do sistema.

O que é OWA

Para deixar todos “na mesma página”, saibamos que o OWA significa Outlook Web Access. É a versão Webmail do Outlook. Ou seja, feito para rodar em browsers.

O bom usá-lo no prospect-mail é justamente separá-lo dos sites que acessamos, o que nos permite dar maior atenção à ele, pois funciona integrado ao sistema operacional.

Além da integração básica ao sistema operacional, ou seja, aparecer no menu de programas e, quando em uso, na barra de tarefas, temos o prospect-mail integrado ao systray do sistema (também conhecido como bandeja).

Como instalar o Prospect-mail

O prospect-mail encontra-se empactoado em formato RPM e DEB. Para essas e outras distrbuições, também temos a opção de uso do formato AppImage, que particularmente curto demais.

CentOS/Fedora

rpm -ivh https://archive.org/download/prospect-mail/prospect-mail-0.1.2.x86_64.rpm

Debian/Ubuntu

dpkg -i https://archive.org/download/prospect-mail/prospect-mail_0.1.2_amd64.deb

AppImage

O formato appimage é um standalone. É um único arquivo que contém toda estrutura de arquivos do programa. Portanto, basta baixá-lo, dar permissão e executá-lo, como veremos a seguir:

wget https://archive.org/download/prospect-mail/Prospect%20Mail-0.1.2.AppImage
mv 'Prospect Mail-0.1.2.AppImage' prospect-mail.AppImage
chmod +x prospect-mail.AppImage
./prospect-mail.AppImage

Neste ponto, o app deve ser aberto em tela de login do OWA.

Empresas que usam Exchange

Algumas empresas utilizam Exchange em sua própria Infra e oferecem o OWA. Esses também podem ser utilizados no prospect-mail, porém, é preciso baixar o source e fazer um pequeno ajuste.

Aqui você precisará instalar as seguintes dependências:

  • Electron
  • Yarn
  • Feita a instalação, basta seguir os seguintes passos:

    1 – Baixar o source no seguinte endereço:

    https://github.com/julian-alarcon/prospect-mail/archive/develop.zip

    2 – Uma vez baixado, extraia os arquivos com o seguinte comando:

    unzip develop.zip

    3 – Agora abra o seguinte arquivo para edição:

    vim prospect-mail/src/controller/mail-window-controller.js

    4 – Edite o valor de “outlookUrl” como no exemplo abaixo:

      6 const outlookUrl = 'https://endereco_owa.com.br/'
      7 const deeplinkUrls = ['outlook.live.com/mail/deeplink', 'outlook.office365.com/mail/deeplink', 'outlook.office.com/mail/deeplink']
      8 const outlookUrls = ['outlook.live.com', 'outlook.office365.com', 'outlook.office.com']
    

    Geralmente o endereço do OWA do Exchange é https://outlook.empresa.com.br/owa

    5 – Entre no diretório “prospect-mail”

    cd prospect-mail

    6 – Execute o yarn sem parâmetros:

    yarn

    7 – Inicialize o programa com o seguinte comando:

    yarn start

    8 – Agora basta autenticar-se.

    A integração ao sistema operacional é com vc. Há muitos artigos na Web que abordam o assunto, que varia de GUI para GUI.

    Resumo

    O prospect-mail é bacaninha. Se o amigo leitor é como eu, da velha escola onde tudo precisa de um cliente, cola comigo que é sucesso.

    Esse app é showzinho de bola e ajuda bastante na produtividade por não ficar oculto entre as dezenas de abas abertas no meu navegador.

    Espero que tenha ajudado. Forte abraço e até a próxima.

    102020cookie-checkLinux > Prospect-mail > Outlook para Linux

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.