posts recentes|

Artigo > Hubble; do quase funeral à recuperação total graças ao time de engenheiros aposentados

Daria um roteiro incrível para um filme de ficção científica; Um equipamento importantíssimo sai do ar, mas ninguém consegue operá-lo. Eis que antigos engenheiros são convocados para essa tarefa, deixam suas aposentadorias, vestem seus suspensórios e viajam até a NASA para recuperar o equipamento.

Essa história aconteceu de verdade, exceto pelos suspensórios.

A falha apresentada pelo Hubble

No dia 13 de junho as 15h (GMT -0300), o telescópio espacial Hubble apresentou falha em seus módulos de memória, ficando offline.

O Hubble foi projetado para evitar falhas inadvertidas; em caso de falhas como essa, o computador central recebe um sinal do computador de carga útil e entra em Save Mode, deixando vários equipamentos do telescópio em igual estado.

Em princípio o plano era reiniciar o sistema para deixar o Hubble online, o que não funcionou. Aqui o Sysadmin pensou; “eh, pra isso que serve a redundância, então boooora ativar o spare“, só que o módulo secundário de memória do Hubble também não funcionou. Ferrou, né? Ainda não.

A equipe que opera o Hubble no Goddard Space Flight Center, em Maryland, tentou coletar informações que poderiam ser usadas para diagnosticar com precisão as causas da falha, mas também não obtiveram êxito. Aqui que a coisa ferrou, principalmente pelo fato do Hubble ter sido concebido para receber manutenções pelos ônibus espaciais que foram tirados de operação há alguns anos.

NSSC-1. Um computador de 1980!

O computador do Hubble se chama NSSC-1, ou NASA Standard Spacecraft Computer-1. Foi fabricado em 1980, sendo um projeto concebido em 1974!

Sem pistas do que poderia contornar o problema, o que fazer?

O próprio pessoal da NASA estava postando coisas no Twitter como “dar um enterro digno ao Hubble“. Em outras palavras, incinerá-lo forçando sua reentrada na atmosfera terrestre, mas aos 45 do segundo tempo, Nzinga Tull, diretora da equipe de emergências do Hubble, teve uma brilhantemente ideia: Consultar os engenheiros antigos do projeto.

Suspensórios, Marlboro e Manpages

Olha eles aí. Alguns dos veteranos conheciam bem o projeto, enquanto outro trabalharam na identificação da documentação.

Graças aos veteranos, em 15 de julho o módulo secundário de memória foi ativado com sucesso, e em 17 de junho todos os instrumentos voltaram a operar normalmente.

Moral da história

Panela velha é que faz comida boa mesmo. Não, a moral da história não é essa.

Evite criticar quem veio antes de você no seu trabalho. Pode ser que ele ou ela tenha superado desafios muito maiores do que os seus e com muito menos recursos/possibilidades em mãos, sendo que alguns desses desafios você sequer seria capaz de superar. Se você não estava lá para ajudar na concepção, então não critique quem se pôs a serviço principalmente em casos em que você sequer existia.

História linda; agora estou aguardando sair um filme disso.

Abraço a todos.

Fontes:

https://www.slashgear.com/nasas-hubble-space-telescope-is-still-offline-heres-the-problem-21679224/

https://olhardigital.com.br/2021/09/26/ciencia-e-espaco/os-aposentados-conheca-a-verdadeira-historia-do-salvamento-do-hubble/

106440cookie-checkArtigo > Hubble; do quase funeral à recuperação total graças ao time de engenheiros aposentados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.